Faça o teste para identificar o aumento do consumo de água

Com a quarentena pela qual estamos passando, aumentou o tempo em que as pessoas estão dentro de casa, isso naturalmente já faria com que aumentasse o consumo de água nas residências e apartamentos.
Mas há ainda outro fator dentro do contexto atual. A higienização necessária de nosso próprio corpo, aumentou a quantidade de vezes que as pessoas lavam as mãos e tomam banhos por dia.
Sendo assim, é importante saber como diferenciar se há vazamentos ou se houve apenas aumento do consumo de água:

Teste 1 para residências:
Se você mora em residência, segue o teste mais preciso que pode ser feito:
Pedir para todos os moradores pararem de usar água. Não pode nem ir ao banheiro!
Alguém subir até aonde estão a(s) caixa(s) d’água da residência e fechar as boias (torneiras) de entrada de água, vai precisar de arame ou barbante.
Aproveitar e marcar o nível de água das caixas e esperar por uma hora.
Nesse período, ir até o hidrômetro de entrada de água (geralmente junto à entrada da residência) e verificar se o hidrômetro está rodando, ou seja, apresentando consumo.
Não tem vazamentos em sua residência, se:
o hidrômetro estiver parado
se o nível de água das caixas estiver no mesmo ponto que você marcou.
Há vazamentos em sua residência, se:
O nível de água de alguma das caixas abaixou, ou seja, há um vazamento nos ramais abastecidos pelas caixas ou por uma delas (veja como verificar válvulas de descarga ou caixas acopladas em nossas dicas)

Se o hidrômetro de água, mesmo com todas as torneiras de água da rua fechadas, apresentou consumo, é porque há um vazamento na linha de água da rua.

Teste 2 para residências:

Teste mais fácil, porém com precisão menor.
A primeira pessoa que acordar na residência, antes de beber água, lavar as mãos, tomar banho ou ir ao banheiro, vai até o hidrômetro de entrada de água (geralmente junto à entrada da residência) e verifica se há consumo.
Não tem vazamentos em sua residência, se:
o hidrômetro estiver parado
Há vazamentos em sua residência, se:
Se o hidrômetro de água apresentou consumo, ou seja, está rodando

A imprecisão desse teste é que se alguém usou a água dentro de casa e a caixa d’água estiver enchendo, o hidrômetro o vai apresentar consumo de água e não é porque tem vazamento. Além disso, por esse teste não é possível constatar se o vazamento é no ramal de água da rua ou nos ramais de água das caixas.

 

Teste 1 para condomínios
Fechar a entrada de água das caixas que estão ou no subsolo ou no térreo do condomínio.
Com todas as torneiras de água da rua fechadas, verificar se há consumo no hidrômetro de entrada de água do condomínio
Não tem vazamentos na linha de água da rua do condomínio, se:
o hidrômetro estiver parado
Há vazamentos na linha de água da rua, se:
Se o hidrômetro de água apresentou consumo, ou seja, está rodando.

Teste 2 para condomínios
Esse é um teste, um tanto quanto empírico, mas pode dar uma boa ideia se há ou não vazamentos na rede de hidrante do condomínio.
Fechar o(s) registro(s) de saída de água do hidrante, que estão junto aos reservatórios de água no topo do edifício.
Esperar por pelo menos uma hora com esses registros fechados e após isso, abrir o registro com certa rapidez.
É bem provável que não haja não haja vazamento na linha de hidrante, se:
A pessoa que abrir o registro na linha de hidrante, não perceber, não ouvir a passagem de água na tubulação;
É bem provável que haja vazamento na tubulação de hidrante, se:
Se a pessoa que abrir o registro da rede de hidrante, sentir ou ouvir que passou água na tubulação.

Qual o sentido desse teste?

Redes de hidrantes são de polegadas grandes (tamanhos), sendo assim, em geral apresentam vazamentos que desperdiçam muita água. Ao fechar o registro na saída da caixa, você estará interrompendo a água que está indo para o vazamento que tende a ser no térreo, ou seja, essa linha se esvaziará quando o registro for fechado. Sendo assim, ao abrir, vai passar água e será possível ouvir a passagem de água.
Teste 3 para condomínios
Na verdade, isso nem se trata de um teste e sim uma verificação que pode dar “pistas” sobre prováveis vazamentos nos ramais de dentro dos apartamentos
Quase que na totalidade dos edifícios, a tubulação de esgoto é exposta no subsolo do condomínio. São nessas tubulações que passam a água que usamos quando tomamos banho, lavamos as mãos e damos descarga.
Isso quer dizer que…quando você tem grandes ou muitos vazamentos em válvulas de descarga ou caixas acopladas pode ser que seja possível ouvir água passando nas tubulações de esgoto lá no subsolo.
Não é fácil isso acontecer, mas vários de nossos clientes já nos relataram que, principalmente de madrugada, ouviram água “caindo” nas tubulações de esgoto do subsolo.
Teste 4 para condomínios
Apesar de serem mais raros, é possível que haja vazamentos na estrutura de alguma das caixas subterrâneas do condomínio.
Não tem muito segredo nem tecnologia de ponta para fazer um teste e verificar se há vazamento em uma dessas caixas.
É necessário fechar a entrada de água das caixas, ou seja, as torneiras de boia. E fechar as saídas das caixas, que geralmente estão ligadas à uma bomba de recalque – importante desligar a bomba.
Fechadas as entradas e saídas caixas, marque o nível de água das caixas e espere por um bom tempo, que pode variar por causa do tamanho da caixa, mas se possível, por pelo menos 24 horas.
Não tem vazamentos na caixa, se:
o nível de água marcado no dia anterior, permanecer o mesmo
Há vazamentos na caixa, se:
o nível de água da caixa abaixar.

Ou seja, é como um copo de água. Se estiver furado, esvazia.

Importante salientar que na maioria dos condomínios, são duas caixas que não são interligadas existentes no subsolo. Portanto, havendo as duas caixas, é necessário marcar o nível de água nas duas.

Válvulas de descarga
A melhor forma para saber se há vazamentos em válvulas de descarga que estejam causando desperdício de água:
– Dê uma descarga;
– Coloque uma luva descartável e pegue um copo descartável;
– Veja o nível de água que está no vaso;
– Tire a água do vaso e jogue no ralo, se possível deixe o vaso sem água ou no menor nível possível;
– Veja se o nível de água vai ficar da forma como você deixou ou se o nível de água vai voltar para o mesmo do início do procedimento.

Se voltar, é porque a válvula de descarga está dando passagem, desperdiçando água. Se ficou no nível que foi deixado, é porque ela está sem vazamentos que causam desperdício de água.

 

2020-04-16T12:49:40-03:00