Como descobrir vazamentos em tubulações e economizar

Descubra vazamentos na sua tubulação e economize na crise

Em época de crise hídrica em várias regiões do Brasil, toda e qualquer dica para poupar água deve ser adotada. Além de evitar lavar as calçadas com água corrente e desligar a torneira durante a escovação dos dentes, você deve procurar por vazamentos nos canos e torneiras da casa.

Acha que um vazamento não faz diferença no desperdício? Um buraco de apenas 2 milímetros no encanamento, segundo dados da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), desperdiça cerca de 3,2 mil litros por dia. O que são, aproximadamente, 96 mil litros de água por mês.

Como identificar um vazamento?

O primeiro indício de que há vazamento na sua residência é a velocidade com a qual o ponteiro do hidrômetro está se movendo. Para fazer o teste, desligue todas as torneiras e outros eletrodomésticos que usam água na sua casa. Então, anote o número que está no seu hidrômetro. Deixe assim por uma hora e volte a verificar o hidrômetro. Se o ponteiro andou, há alguma coisa errada.

Vazamentos em canos alimentados por caixas d’água não poderão ser detectados pelo hidrômetro. Nesse caso, você deve desligar todos os aparelhos que usam água, inclusive os sanitários. Lembre-se de fechar bem a torneira da boia da caixa e marque o nível da água. Depois de uma hora, veja se o nível baixou.

Se a sua tubulação passa por dentro da parede, faça o teste da batida. Bata em toda a extensão da encanação na parede e procure por um som diferente. Um vazamento na parede também pode ocasionar manchas de mofo e mudanças de coloração.

Para detectar vazamentos de água em sua piscina encha-a no nível normal e depois coloque um balde com água a até 5 cm da borda. Faça uma marcação no nível da água do balde e da piscina e depois prenda o balde na piscina, sem deixar que as águas se misturem. Volte depois de 24 horas e verifique os níveis de água novamente. Uma diminuição do nível de água da piscina em comparação a marcação comprova o problema.

Seu vazamento também pode ser nas torneiras e sanitários. De acordo com a Sabesp, uma simples torneira pingando desperdiça 46 litros de água por dia, ou seja, mais de 1 mil litros de água por mês. Para consertar, basta trocar o “courinho” da torneira. Já o problema na válvula de descarga do vaso sanitário gasta 144 litros de água por dia.

Economize tempo e dinheiro contratando um especialista

Além de poupar dinheiro na conta de água mensal, pequenos gestos como fechar bem a torneira e consertar vazamentos fazem toda a diferença na economia de água. Para fazer esses consertos nada melhor do que um profissional habilitado para o serviço.

Uma boa dica é contar com um encanador profissional quando for fazer a instalação das torneiras, pias, lavatórios e demais encanamentos.

Caso tenha feito todos os testes e identificado que o vazamento existe porém não está visível, é hora de contar com um profissional especializado no assunto. Nós da Canumã temos recursos e somos especialistas em detecção eletrônica de vazamento (caça vazamentos), nós podemos te ajudar de forma rápida e eficiente e identificar os pontos de vazamentos da sua casa, apartamento, empresa ou condomínio, assim você toma as medidas corretivas e evita o desperdício e surpresas na sua fatura de água.

2020-02-07T16:50:43-03:00